Em toda e qualquer empresa, a segurança dos colaboradores deve ser sempre uma preocupação central. Nesse sentido, surge a noção de segurança no trabalho, representada por um conjunto de normas, medidas e ações preventivas que atuem de forma a reduzir acidentes e doenças ocupacionais.

Por isso, trazemos, nesta semana, um artigo sobre a segurança no trabalho, em que destacamos sua importância e as principais formas a partir das quais uma empresa pode atuar na redução dos riscos de acidentes. Além disso, trazemos, ao final, as 10 regras de segurança fundamentais em nossa empresa, a Deloc Cozinhas.

Painel – 10 regras de segurança – Deloc Cozinhas

O que é segurança no trabalho?

Como dito anteriormente, é o conjunto de medidas adotadas em uma empresa que visem à redução dos riscos de acidentes, atuando de forma preventiva. No Brasil, a segurança no trabalho é estabelecida pelas Normas Regulamentadoras (NR’s), que dispõem as orientações trabalhistas e os procedimentos obrigatórios relacionados à saúde e a segurança dos trabalhadores, por exemplo.

A adoção de medidas preventivas, que reduzam os riscos de acidentes e ofereçam maior segurança aos colaboradores no exercício de suas atividades, torna-se fundamental em qualquer empresa.

Nesse sentido, destacamos que, além de manter o ambiente de trabalho seguro, a segurança no trabalho traz um maior bem-estar e uma maior qualidade de vida aos funcionários, reduzindo lesões e dores no corpo, por exemplo. Vale ressaltar, ainda, o aumento da produtividade e a redução dos processos judiciais, o que pode representar uma grande economia à longo prazo.

Como reduzir acidentes em sua empresa?

O objetivo central da segurança no trabalho é reduzir os acidentes durante o exercício das atividades profissionais. Para isso, torna-se necessária a implementação de algumas medidas, como a realização de treinamentos periódicos e a utilização dos EPI’s.

Nesse sentido, uma das medidas mais eficientes é a realização de treinamentos de segurança no trabalho. A partir deles, os colaboradores são preparados para possíveis situações de riscos, estando aptos para reagirem da melhor forma possível.

A utilização dos equipamentos de proteção individual também se tornam fundamentais, principalmente em atividades que oferecem um maior risco à integridade física dos colaboradores. Segundo a NR-6, do Ministério do Trabalho, todas as empresas devem oferecer EPI’s adequados aos riscos, de forma gratuita, em perfeito estado de conservação e funcionamento.

Dentre os principais equipamentos de proteção individuais, destacamos o capacete, o protetor facial, a máscara de solda, os abafadores de ruídos, luvas, dedeiras, máscaras e macacões, por exemplo. Ressaltamos, entretanto, que os EPI’s devem ser adaptados à cada atividade, considerando seus principais riscos e particularidades.

Além dessas medidas, destacamos, também a identificação e a sinalização de áreas de risco, que podem reduzir consideravelmente os riscos de acidentes. Dentre elas, regiões com possível vazamento de gás, exposição de fios elétricos ou manipulação de materiais inflamáveis, por exemplo.

As 10 regras de segurança fundamentais em nossa empresa

Aqui, na Deloc Cozinhas, a segurança no trabalho é uma prioridade central.

Por isso, possuímos um painel em nossa sede, visível a todos os colaboradores e visitantes, contendo as 10 regras de segurança fundamentais de nossa empresa, que devem ser adotadas por todas as pessoas, diariamente.

1. Nunca trabalhe sob influência de álcool ou drogas, por exemplo;

2. Nunca trabalhe em autora sem autorização ou treinamento e sempre use cinto de segurança;

3. Nunca opere veículos ou equipamentos móveis sem treinamento ou dispositivos de segurança, respeitando sempre o plano de trânsito;

4. Nunca execute manutenções e intervenções sem certificar-se do bloqueio, identificação e “zero energia” de instalações e equipamentos;

5. Nunca fique sob carga suspensa ou em área isolada. Só opere equipamentos de movimentação certificados;

6. Nunca trabalhe sozinho, sem treinamento ou EPI em espaço confinado;

7. Nunca entre sem autorização em áreas restritas;

8. Nunca use ferramentas, máquinas e equipamentos defeituosos ou improvisados;

9. Nunca trabalhe sem fazer análise de riscos e cumpra todas as medidas de controle;

10. Nunca use celular ou equipamento similar em áreas operacionais não permitidas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *